conteúdo da página
 

Cordas de poliéster - como extrair o melhor deste tipo de corda

Estou de volta pessoal, agora para indicar a vocês, principalmente aos encordoadores, a leitura de uma matéria muito interessante e educativa. Nela veremos como se deve proceder ao encordoamento usando cordas de poliéster a fim de se obter o máximo benefício deste tipo de corda. Aprenderemos que é possível usar cordas de poliéster mesmo nos casos em que há necessidade de cuidados especiais com os cotovelos.

A grande dica é ..... baixa tensão. Isso mesmo, baixa tensão e não precisam se preocupar em excesso com a máxima de que baixa tensão é sinônimo de pouco controle. Acreditem em mim, tudo é uma questão de ir baixando a tensão aos poucos, acostumando com a nova configuração da raquete e, é claro, treino, muito treino, o que é uma constante em nosso esporte, certo?

Outras dicas importantes são ter paciência na hora do encordoamento, tensionando as cordas com o máximo de lentidão possível e deixar a corda "descansar" após o tensionamento antes de prende-las com o "alicate" (clamp fixo ou flutuante)

O artigo é escrito em inglês, preferi não traduzir porque poderia prejudicar o entendimento. Para os que tiverem dificuldade sempre é possível recorrer ao recurso de tradução de páginas.

Abraço a todos e boa leitura.

http://www.gutsandglorytennis.com/blog/2011/03/the-definitive-guide-to-stringing-polys-and-co-polys/

#poliéster #baixatensão #encordoamento

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.